Tempo de Espiritualidade

21/01/2020

 

As Irmãs da Congregação das Servas da Santíssima Trindade iniciaram o ano reunidas na Casa de Retiro Ermida Nossa Senhora da Santíssima Trindade, em Miguel Pereira - RJ. A cada quatro anos, o grupo se presenteia com um tempo forte de parada para conviver, estu

 

dar, rezar, avaliar e projetar a caminhada congregacional à luz da Trindade. Estão reunidas desde o dia 10 de janeiro e ficarão até o final do mês.

 

A primeira semana seguiram uma organização própria pensando no descanso e na convivência gratuita, sem grandes preocupações com o tempo cronológico. Dormir, rezar, brincar, conversar, estarem juntas com a sensação de que o tempo tem o ritmo do passo e compasso de cada Irmã.

 

Tiveram um dia de Análise de Conjuntura com o Pe. Alfredo que aprofundou o tema destacando cinco importantes chaves para abrirem as portas fundamentais de compreensão do momento presente.

  1. Chave – Transição

  2. Chave – Sócio-econômica

  3. Chave – Político-administrativo

  4. Chave - Eclesial

  5. Chave – Vida Religiosa Consagrada

 

Na segunda etapa iniciaram a Assembleia Congregacional. Tempo de pensar, avaliar as metas ações e de buscarem novas luzes em Deus Trindade para continuarem o caminho com esperança. Terão nessa etapa dois dias para trabalharem as relações interpessoais-comunitárias através da arte, dentro da metodologia do “teatro do oprimido”. No dia 20 peregrinação a Aparecida do Norte/SP, no intuito de colocarem aos pés da Mãe Aparecida a vida de cada Irmã e a história congregacional em comunhão com todos os Romeiros.

 

 

 

E para encerrar a etapa, nada melhor do que celebrar no banquete de Deus a festa da vida: bodas de ouro de irmã Gelza Maria Freitas Ribeiro, 80 anos de irmã Edelweis e 70 anos de irmã Severina Ermínia de Lima.

 

Nos dias 24 a 31 estarão em retiro. Tempo de silêncio e contemplação do coração. Tempo de uma escuta mais profunda da Palavra de Deus. Como Família Religiosa são convidadas a em e contemplarem os sete traços da Espiritualidade da Fundadora, Irmã Maria Celeste Ferreira. Momento de em às fontes com o coração agradecido e aberto para se deixarem renovar pelo Amor Trinitário que as torna livres para amarem e se doarem.

 

Num tempo marcado pela correria, pela conecção virtual é um privilégio poder se permitir experienciar o sabor do encontro, do toque, do abraço e da busca de uma conecção mais profunda com Deus, com a outra, com a natureza e consigo. Eis um dos caminhos para uma vida de integração e saúde.

 

DEUS TRINDADE SEJA LOUVADO!

 

 

 

 

Compartilhe
Compartilhe
Please reload

73 anos de fundação da congregação

15.06.2019

Curso de Extensão Cultural em Pastoral Vocacional

14.11.2018

Santidade o que é?

O mês de novembro inicia comemorando “Todos os Santos”. É importante meditar nisto: Os Santos já não tem um dia  em que celebramos n...

Santidade o que é?

01.11.2018

1/4
Please reload